Estou ciente de que os dados fornecidos são exclusivamente para cadastro mencionado no formulário. Após finalização, os dados serão armazenados pela Gerencial Assessoria Contábil de forma segura, apenas com a finalidade de manter histórico de atividades realizadas e sem hipótese de transmissão a terceiros, conforme Lei Nº 13.709 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)
HÁ MAIS DE 30 ANOS NO MERCADO




Lucro do FGTS deve ser pago nos próximos dias, veja como consultar o saldo


O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) acumulou em 2020 um total de R$ 8,46 bilhões de lucro, valor este em que uma parte será destinado aos trabalhadores que tinham saldo positivo até 31 de dezembro de 2020.

A previsão é de que o repasse dos lucros seja realizado agora em agosto, onde do total de R$ 8,46 bilhões, R$ 5,9 bilhões serão destinados à conta dos trabalhadores.

Apesar do saldo positivo que teve inclusive  rendimento maior que o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) índice esse responsável pela média da inflação, o resultado não foi tão bom.

Isso por o resultado ser 25% menor que o registrado em 2019, quando o Fundo de Garantia acumulou um total de R$ 11,3 bilhões e distribuiu aos trabalhadores R$ 7,5 bilhões.

No acumulado de 2020, o FGTS obteve um total de R$ 33,5 bilhões de receita e R$ 25 bilhões de despesas, onde foi constatado a queda de 13,4% das receitas bem como 9% das despesas.

Conforme informações do Governo Federal, no contexto da pandemia o Fundo de Garantia realizou uma série de ações que contribuíram para milhares de trabalhadores e empresas de todo país, além disso, muitos utilizaram o saldo para o financiamento da casa própria.

Entre as medidas que o governo cita, temos o saque emergencial, o adiamento dos recolhimentos bem como a suspensão temporária da cobrança dos empréstimos concedidos pelo Fundo.

Como os trabalhadores recebem o lucro?

Os trabalhadores com conta do FGTS que tinham saldo positivo no dia 31 de dezembro de 2020 receberão parte do lucro obtido pelo fundo no ano passado. A distribuição dos resultados é referente ao rendimento do fundo acumulado em todo 2020, ou seja, os depósitos dos valores correspondentes nas contas vinculadas dos trabalhadores serão realizados conforme o saldo positivo disponível em conta no dia 31 de dezembro do ano passado.

Sendo assim, caso o trabalhador tenha sacado todo o dinheiro da conta do FGTS já no dia 1º de janeiro não perderá o direito ao rendimento do FGTS.

O valor referente ao rendimento será creditado automaticamente nas contas vinculadas dos trabalhadores no mês de agosto. 

Entretanto, não há alteração nas regras para realização do saque que só poderá ser retirado da conta nos casos de demissão sem justa causa, término do contrato de trabalho que possui tempo determinado, aposentadoria, doenças graves, ou ainda para aqueles que desejam utilizar o saldo para dar entrada na casa própria.

Como consultar o saldo

O saldo poderá ser consultado pelos trabalhadores nos canais de atendimento Caixa, disponibilizados pelo aplicativo FGTS que pode ser baixado nos celulares Android e iOS ou ainda pelo Internet Banking da Caixa.

Para consultar o saldo em conta no aplicativo o processo é simples, basta instalar o aplicativo FGTS em seu celular, selecionar a opção “Cadastre-se” e informar os dados pedidos, clicar em “Não sou um robô” e confirmar o cadastro pelo link enviado ao seu e-mail.

Será necessário que o trabalhador responda algumas perguntas no aplicativo para confirmar sua identidade, após esse processo o trabalhador poderá utilizar o CPF e senha cadastrada para verificar o saldo.

Pelo aplicativo você conseguirá verificar todo o saldo da sua conta e ainda poderá consultar extratos e solicitar outras modalidades de saque, por exemplo. O lucro do FGTS deve ser indicado no saldo como “cred dist resultado ano base 12/2020”.

Fonte: JornalContábil | 29/07/2021